Diário do Nordeste Plus

A serviço dos pets

Do veterinário à produção de aniversário, os serviços para animais de estimação vêm se reinventando, oferecendo mais conforto aos bichinhos

Seja cachorro, gato, peixe ou passarinho, mais do que animais, os bichinhos de estimação fazem parte de muitas famílias e, assim como filhos, também precisam de cuidados, dos básicos até os mais diferenciados. Partindo dessa necessidade, diversos serviços no universo pet surgiram ao longo dos anos, ampliando cada vez mais a oferta.

A Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) divulgou dados que revelam a magnitude do mercado pet no País. Em 2014, o segmento faturou R$ 16,7 bilhões ante os R$ 15,2 bilhões de 2013. Em 2015, a projeção era um faturamento de R$ 17, 9 bilhões. Assim, o setor representa 0,3 do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Subdividido em Pet Food (alimentos), Pet Serv (serviços), Pet Vet (medicamentos) e Pet Care (produtos diversos), o mercado oferece serviços para todas as necessidades dos animais.

Dia de relax, exercícios para melhorar a musculatura, banho de sol e piscina e descanso em apartamentos climatizados. Todos esses serviços poderiam ser associados a um belo spa, mas, na verdade, estamos falando de um espaço voltado para a hospedagem e cuidados de animais. Esse é um dos vários estabelecimentos que ofertam serviços voltados para a saúde e bem-estar pet.



Opinião do especialista

O setor é um dos poucos que crescem alheios à crise. É o que garante Valéria Feitosa, jornalista, responsável pelo blog Bem-estar Animal e criadora de Chiuaua, esse movimento pode ser explicado pelo comportamento dos donos. "Para o mercado de serviços pet não existe a palavra crise. Hoje o pet não é mais aquele animal que fica no quintal. Ele fica no quarto, na sala, é um membro da família, como um filho. E os donos não tendem a economizar quando estamos falando dos animais, é um amor incondicional que o animal tem por você e você por ele. A gente gosta do outro sobre determinada condições. Os animais gostam de você de qualquer forma, do jeito deles", destaca.

De acordo com Valéria, a medicina veterinária e a industria farmacêutica voltada para os pets são setores de vanguarda, que trazem medicamentos e tratamento de ponta e, muitas vezes, estão à frente da medicina humana, lançando produtos de vanguarda que, posteriormente, servem de pesquisa para futuros tratamentos com humanos."Por isso você tem serviços cada vez mais especializados para animais. O banho e tosa, por exemplo, não se limitam mais ao simples lavar e cortar. Os produtos são formulados para um cuidado maior com o pelo, hidratante, entre outras propriedades", finaliza.

Convivendo e aprendendo

Cachorro
Animais brincam ao ar livre no Dog Socity Club Resort Foto: Thiago Gadelha

Inaugurado há dois anos, o Dog Socity Club Resort é um dos estabelecimentos que oferecem serviços de hospedagem para os animais, no caso, cachorros. O hotel abriga animais de pequeno e médio porte, que sejam dóceis e estejam com a carteirinha de vacinação em dia. O local é composto por apartamentos climatizados, playground, espaço para descanso e piscina. Os grandes podem ficar separados dos pequenos. “Funciona como um hotel, o dono deixa o seu animal e vem pegar no outro dia. Aí aqui ele vai ter um dia de atividades, descanso e interação com outros animais”, destaca Giselle Sucupira Mesquita, proprietária do Dog Socity Club Resort.

O espaço conta ainda com day care, escolinha de filhotes, recreação, trimming, entre outros, com foco maior na hospedagem. O primeiro funciona como uma espécie de creche “all day”, onde os donos deixam o animal pela manhã e vão pegar no fim da tarde. A escolinha é para que babys, a partir de 5 meses, possam começar a interagir com outros filhotes. Ambos os pacotes têm recreação. O trimming consiste na tosa padrão para determinadas raças, como o Golden Retriever. “Todos esses serviços são interessantes para o animal. O day care é muito importante pois ele pratica atividades recreativas, que ajudam a trabalhar a musculatura traseira do cão, que às vezes é pouco estimulada, principalmente em animais que moram em apartamento”, destaca Giselle. As diárias de hospedagem variam de R$ 60 a R$ 80. Day care varia de R$ 25 ( meio período na semana) a R$ 55, o dia (período integral no sábado). Já a escolinha de filhotes custa R$ 350 (1x por semana). O local mantém contato médico 24h para eventuais necessidades.

O Hotel 5 Patas é outro estabelecimento que oferece hospedagem para animais. O local abriga cães e gatos, possui quartos com ventiladores, ar-condicionado e cama. Há também uma área para recreação dos pets. Os animais precisam ser dóceis e ter a carteirinha de vacinação em dia. As diárias são calculadas pelo porte dos bichos e pelo número de dias. Outra boa opção é a creche e hotel Fanipet. Assim como no Hotel 5 Patas e no Dog Socity, o animal deve estar com as vacinas em dia. Antes do check in, ele deve passar por uma avaliação para para saber se há alguma pendência média. A avaliação é sem custo, e deve ser feita cinco dias antes da entrada do animal. É aconselhável que os donos levem, para a hospedagem, cama, brinquedos, petiscos e objetos dos pets. Isso pode fazer com que eles sintam menos falta dos donos.

Comida!

Torta
Ingredientes usados no preparo dos quitutes não agridem à saúde dos bichinhos. Foto: Divulgação

Na hora dos parabéns, o brigadeiro é sempre um dos mais disputados. E não interessa se a festa é para humanos ou animais. É o que garante Denise Falcão, empresária à frente da Cãopcake. A empresa confecciona tudo para a fazer a festa: bolo, brigadeiros, coxinhas, biscoitos, cupcakes, além da parte de decoração, com lembrancinhas próprias para os animais e a decoração da “party”. “Acreditamos que os nossos animais são parte da família e, assim como um filho, queremos oferecer o melhor para eles. Foi assim que eu comecei, procurando fazer algo muito bom para que a minha cachorrinha, que tinha sido operada, comesse. A partir daí, fizemos o primeiro bolo e assim continuamos”, destaca Denise.

A comida é produzida de acordo com orientação da veterinária, a sócia e irmã de Denise. Os ingredientes são todos baseados na dieta dos animais, que varia de acordo com o tipo (gato, cachorro ou aves). Os ingredientes utilizados são farinhas integrais, linhaça, frutas e legumes. Entre os sabores dos cãopcakes (como são conhecidos os tradicionais cup cakes) estão banana e quinoa, cenoura e abóbora. Os bolos ficam com banana e quinoa e cenoura, sendo, nas duas categorias o de cenoura.

Os pedidos podem ser feitos avulsos em forma de kits. O kit básico vem com bolo, biscoito, brigadeiro e a vela. Pode servir de 5 a 15 convidados e custa R$ 55 (5 convidados). O bolo (5 convidados) custa a partir de R$ 28. O brigadeiro e a coxinha, ambos a caixa com cinco unidades, custa R$ 8. Para mais convidados, o ideal é reservar com antecedência.

Quem quiser inovar e levar algo diferente para a festa, uma opção é optar pelo sorvete para animais, da San Paolo. O produto é feito sem conservantes, sem adição de substâncias prejudiciais aos pets e totalmente natural.

Fugindo do âmbito das comemorações, a alimentação dos animais vem ganhando toques especiais. A antiga “ração para cachorros”, vem sendo melhor desenvolvida, preparada de acordo com o porte, raça e saúde do animal. Pets com determinadas doenças, como diabetes, retenção urinárias, obesidades, entre outras, agora podem ter uma melhor qualidade de vida com uma alimentação específica para essas doenças. Há ainda rações para determinadas raças, para cães atletas, de pequeno porte, entre outros.

Companhia amigável

Para aqueles que não conseguem ficar longe dos bichinhos, e se precisam, não gostam de deixá-los sós, uma dica é optar pelo apoio de um acompanhante. A jornalista Renata Costa sabe bem como funciona o trabalho. A moça é cat sitter, ou seja, uma babá para gatos, há 5 anos. O foco é com felinos, mas a jovem atende também a tutores de cachorros, peixes, e pássaros. O trabalho começou a partir de uma necessidade própria, pois não tinha com quem deixar seus gatos quando viajava, a gateira se lançou como cat sitter na internet e logo começou a ser solicitada para cuidar de felinos.

Antes de realizar o trabalho como cat sitter, Renata vai à casa do animal e, com o dono, preenche uma ficha que terá todas as informações do pet, desde a comida até o local de esconderijo. Para fazer o serviço, a cat sitter precisa ficar com a chave da casa, portanto, é um trabalho que exige muita confiança, adquirida ao longo da trajetória da gateira. “Vou trocar água, trocar ração, ajeitar o banheirinho, limpar o ambiente em que eles estão. Também levo brinquedos de acordo com o comportamento do animal e deixo lá, porque é uma coisa nova e gato adora coisas novas”, explica Renata. A cat sitter cobra por visita. O valor varia conforme a distância do local e a quantidade de animais, partindo de R$ 65.

Assim como Renata Costa, a jovem Raquel Pedrosa também fez da paixão pelos animais uma forma de servir aos bichinhos. Apesar de estar relativamente há pouco tempo no mercado, a pett sitter tem na sua lista de clientes gatos, cachorros, coelhos, aves e um porco-da-índia. "Começei cuidado dos animais dos amigos. Eles pediam que eu ficasse com o animal deles e ai eu ficava. Até que vi uma matéria sobre e decidi que iria me profissionalizar. Ai, vi que tinha um pet sitter muito famoso em São Paulo, fiz um curso com ele e ai decidi entrar profissionalmente no mercado", destaca a profissional.

Raquel

Atualmente, Raquel oferece três serviços: Pet Sitter, hospedagem de animais e dog Walker. Na primeira, Raquel fica como uma babá, indo à casa do cliente, alimentando o animal, levando-o para passear e brincando. A visita dura cerca de uma hora e meia e custa R$ 50. Caso o cliente queira o serviço duas vezes por dia, o valor vai para R$ 80. A diária para a hospedagem é R$ 50 e o dono deve levar comida, cama e brinquedos do animal. Raquel só aceita animais de pequeno porte, com capacidade para apenas dois.

Prezando pela saúde

Na Capital há várias clínicas que oferecem atendimento 24h. Além de exames de rotina, os locais disponibilizam avaliações mais específicas. Com conceito extremamente semelhante ao plano de saúde humano, o plano de saúde para animais pode ser uma boa solução para diminuir os custos com operações de saúde e deixar seu pet sempre protegido. Os planos contam com uma rede de médicos, clínicas e hospitais veterinários credenciados para cuidar do animal, tudo custeado pelas mensalidades do plano, medida que vem sendo adotada em outras regiões do País. No Ceará, o Plano de Saúde Animal é o único que está de acordo com as normas do Conselho Federal de Medicina Veterinária.

O plano cobre serviços para cães e gatos, de consultas e procedimentos ambulatoriais a internações com medicações, anestesias, vacinas, cirurgias, exames laboratoriais e de imagem. Possui três características de planos: bronze, prata e ouro. Todos os animais que vão ser atendidos pelo PSA passam a receber o microchip, dispositivo que é instalado no animal para fins de reconhecimento.

Além do plano, clínicas voltadas para a saúde animal oferecem o tratamento para a saúde animal 24h por dia, com procedimentos que vão de vacinas a cirurgia.

Na hora do Adeus

Aberto em 1999, em Aquiraz, o “Park Cat e Dog - Cemitério do Reino Animal” oferece aos donos de animais a oportunidade de preservar melhor a memória do pet de estimação. O espaço é, como o próprio nome diz, um cemitério para animais. Lá estão enterrados cachorros, gatos, pássaros e até um gato que foram colocados em covas coletivas ou em individuais. O local tem logística parecida com o cemitério para humanos: os túmulos têm lápides com o nome e, em alguns casos, com a foto do animal, bem como a data de nascimento e a de falecimento. Frases como "melhor amigo", "companheiro" e "saudades" são comuns. "O espaço pode ser visto como uma forma de manter viva a memória do animal, além de ser importante para a questão ambiente. Às vezes você donos de animais que os jogam em um saco, e depois em um sítio, no lixo. E isso não é o correto, tem a questão de contaminação, tudo isso", destaca o veterinário e proprietário Élder Machado.

Urna
Local possui dois tipos de enterro, coletivo e individual. O primeiro custa R$ 390 e o segundo sai por R$ 1.450

O local oferece dois tipos de enterro: o individual e o coletivo. No primeiro o dono tem a oportunidade de decorar o túmulo como melhor achar, podendo incluir uma cerca, uma casinha, placas indicativas, entre outros acessórios. Além disso, o dono pode também assistir ao enterro. No segundo modelo, não há a possibilidade de assistir, nem de construir acessórios decorativos. Assim como o cemitério para humanos, o espaço gera um custo: a manutenção mensal a partir de um ano, ao preço de 30% do salário mínimo vigente. Para os enterros: coletivo R$ 390 e o individual R$ 1.450. É necessário adquirir um caixão para ser feito o enterro. Os preços dos caixões podem variar, de R$ 150 a R$ 1000, dependendo do porte do animal e do material feito. O local é aberto todos os dias da semana. Para solicitar o serviço, o ideal é falar entrar em contato com a equipe do Park Cat e Dog.

Urna
Urnas usadas para enterrar cães e gatos Foto: Nah Jereissati

Para quem prefere algo mais simples, existe um crematório de animais. O local funciona de modo semelhante ao dos humanos, com direito, dependendo do plano, a urna de cinzas. Assim como o enterro, existe dois tipos de planos: o individual, onde o animal é cremado sozinho e o dono tem direito a uma urna com as cinzas do animal, e o coletivo, onde o animal é cremado junto a outros animais. Em ambos os planos, os preços variam de acordo com o peso do animal. Nos coletivos: animais até 10 kg, a cremação sai por R$ 220; de 10kg a 20 kg R$ 250; 20 kg a 30 kg por R$ 270; de 30kg a 35kg R$ 300. Acima de de 35kg valor é acrescido de R$ 15 por quilo. Na individual, animais até 10kg sai por R$ 350; de 20Kg a 30Kg fica por R$380; de 20Kg a 30kg por R$420; de 30kg até 35kg R$ 480. Animais acima dos 35kg serão cobrados R$ 480 mais R$ 15 por quilo excedente.


Serviço:

Dog Socity Club Resort
Facebook: facebook.com/dogsocietyclubresort
Instagram: Dog Socity Club Resort
Contato: 99603.9318

Hotel 5 Patas
Facebook: facebook.com/hotel5patas
Contato: 3252.0896

Hotel Fanipet
Facebook: facebook.com/pages/Fanipet/556465824446552
Contato: 99652.9130

Renata Cat Sitter
Contato: 8742.8062

Raquel Pedrosa
Facebook: facebook.com/profile.php?id=100010578339866
Contato: 99642.5027 / 98827.5720

Cãopcake
Facebook: facebook.com/caopcake
Instagram: caopcake
Contato: 9912.5946

Plan de Saúde Animal
Facebook: facebook.com/psaplanodesaudeanimal
Contato: 3239.4795

Park Cat Dog - Cemitério do Reino Animal
Facebook: facebook.com/pages/Park-cat-e-Dog/445443082211419
Instagram: Park Cat Dog
Contato: 3246.4040

Crematório Pet Ceará
Contato: 3065.5590 / 9660.2100