Paulo de Tarso, o missionário

Responsável por 13 dos 27 livros que compõem o Novo Testamento, além de ter parte de sua obra narrada no livro de Atos, o apóstolo Paulo é provavelmente o segundo nome mais importante do cristianismo, depois, obviamente, de Jesus Cristo. Em três viagens missionárias realizadas no mundo antigo, ele garantiu que o Evangelho chegasse “até os confins da Terra” conhecida àquela época, ao mesmo tempo em que escrevia os pilares da teologia cristã.

Antes perseguidor da seita do Caminho (como o cristianismo foi chamado no início) Saulo, da cidade de Tarso (na atual Turquia) era um jovem e promissor fariseu. Após sua conversão, relatada no capítulo nove do livro dos Atos dos Apóstolos, ele mudou o nome para Paulo. Sua condição de cidadão romano, judeu e conhecedor da cultura greco-romana lhe permitiram avançar com a mensagem das boas novas de Jesus Cristo como o messias profetizado no Antigo Testamento e salvador do mundo.